sintracon - sp
  • Quando é em prol dos trabalhadores, o governo do PT não quer fazer nada!
  • Em reunião ocorrida em São Paulo, estive discutindo ações e mobilizações das Centrais Trabalhistas com o senador Paulo Paim e os deputados Paulo Pereira da Silva, Arnaldo Faria de Sá e diversas lideranças de trabalhadores.
    O objetivo de tais ações é o de sensibilizar o Congresso pela derrubada do veto da presidenta Dilma à Medida Provisória 664, que garante aposentadoria integral.
    Outro assunto debatido no encontro foi a emenda aglutinativa dos deputados Paulinho e Faria de Sá ao Projeto de Lei de Conversão número 9, de 2015.
    Esse tópico dispõe sobre a política de valorização do salário mínimo e dos benefícios pagos pelo Regime Geral da Previdência Social para o período de 2016 a 2019.
    Posso afirmar aos leitores que o governo entrou em desespero, pois, para o trabalhador, nunca tem dinheiro...
    Em paralelo, a grande mídia, como sempre desinformada, passou a criticar a medida, divulgando informações mentirosas, possivelmente oriundas do Palácio. Chegou ao ponto de chamar os parlamentares envolvidos de irresponsáveis sob a alegação de que tal aumento impactaria os cofres do governo em R$ 9 bilhões por ano.
    Mas a verdade é bem diferente. Em consulta ao COFF (Consultoria de Orçamento de Fiscalização de Finanças), o impacto, caso a medida seja aprovada, será a seguinte:

    ANO IMPACTO DO PLV 9/2015 (1) AUMENTO REAL (%)
    2016 R$ 225 MILHÕES 0,1
    2017 R$ 225 MILHÕES 0
    2018 R$ 1.796 MILHÕES 0,7
    2019 R$ 6.047 MILHÕES 1,81
    (1) EM REAIS DE JANEIRO DE 2016
    É só fazer as contas. Em todo o período, até 2019, o valor do propalado impacto seria de R$ 8,293 milhões.
    A informação da mídia, de que os cofres do governo seriam desfalcados em R$ 9 bilhões, é, portanto, um maldoso exercício de “achismo”.

    Ramalho da Construção
    Sindicalista e deputado estadual pelo PSDB-SP

  • SINTRACON-SP
  • Sindicato dos trabalhadores nas
  • Industrias da Construção Civil de São Paulo
  • Rua Conde de Sarzedas,286
  • CEP:01512-000
  • Centro-São Paulo-SP
  • Fone: 11 3388-4800
  • Fax: 11 3207-4921
  • contato@sintraconsp.org.br