sintracon - sp
  • Quem se aposenta pela 85/95 ganha mais
  • Vantagem de esperar chega à nova pontuação é que segurado não tem a aplicação do fator previdenciário, usado para reduzir os benefícios

    Dados da Previdência Social apontam que o valor médio pego pela aposentadoria por tempo de contribuição, com a fórmula 85/95 como regra de cálculo, ficou em torno de R$ 2,8 mil, de julho de 2015 a fevereiro deste ano.
    Já quem se aposentou pelo fator previdenciário, índice que reduz o benefício de quem para de trabalhar mais cedo, recebeu , em média, R$ 1,8 mil mensais no mesmo período. Ou seja, há uma diferença de R$ 1 mil ao mês.
    Considerando o total das concessões de aposentadorias por tempo de contribuição, o valor médio foi de R$ 2.169,36.
    A vantagem da regra 85/95, em vigor desde julho do ano passado, é que ela paga integralmente o benefício.
    Porém, para garantir essa aposentadoria, os segurados precisam esperar mais e completar, na soma da idade com o tempo de contribuição, 85 pontos, no caso das mulheres, e 95 pontos, no dos homens.
    Para chegar ao valor da aposentadoria é calculada a média salarial do segurado, com as 80% maiores contribuições desde julho de 1994. A média será igual ao valor do benefício.
    Já no caso do fator previdenciário, há o desconto, que varia conforme a idade e o tempo de recolhimento.
    Um segurado com 58 anos de idade e 37 anos de contribuição já pose se aposentar pela fórmula 85/95. Se sua média salarial for de R$ 2 mil, esse será o valor que irá receber. Porém, utilizando só o fator, como era a regra até junho de 2015, o benefício seria de R$ 1.654,32, com a mesma média.
    Apesar da vantagem, os brasileiros ainda estão se aposentando mais pelo fator. No período de julho de 2015 a fevereiro de 2016, foram concedidas 58.325 aposentadorias pela regra 85/95 e 84.157 pelo fator previdenciário.
    O advogado Rômulo Saraiva explica que em alguns casos não compensa esperar a nova fórmula, como para aqueles que sempre contribuíram pelo salário-mínimo. Quem chegou ao fator 1, também deve se aposentar pela regra antiga.

    5

    Fonte: Jornal Diário de São Paulo-04.04.2016

  • SINTRACON-SP
  • Sindicato dos trabalhadores nas
  • Industrias da Construção Civil de São Paulo
  • Rua Conde de Sarzedas,286
  • CEP:01512-000
  • Centro-São Paulo-SP
  • Fone: 11 3388-4800
  • Fax: 11 3207-4921
  • contato@sintraconsp.org.br