sintracon - sp
  • Acidente em demolição causa duas mortes na Zona Oeste
  • 05/10/2017 - Assessoria de Imprensa
  • Uma demolição em prédio de 21 andares, que acontecia na Marginal Pinheiros, na manhã desta quarta-feira, 4 de outubro, registrou a morte de dois operários. Felestino Dobarro, 76 anos, e Uilton Manoel dos Santos, 37, caíram da plataforma que servia de apoio para execução do serviço e de sustentação para o entulho. Um terceiro trabalhador, Joelson Antonio dos Santos, que também estava no local, ficou pendurado e sobreviveu.
     
    Felestino Dobarro era dono da demolidora A Globo, responsável pela execução do trabalho. No momento do acidente, não utilizava qualquer Equipamento de Proteção Individual (EPI). Já o sobrevivente, no entanto, fazia o uso correto dos equipamentos.
     
    O presidente do Sintracon-SP (Sindicato dos Trabalhadores nas Indústrias da Construção Civil de São Paulo), Ramalho da Construção, esteve no local e comentou que o acidente com vítimas fatais poderia ter sido evitado se os operários estivessem usando os equipamentos de proteção, que são obrigatórios nos canteiros de obras.
     
    “Pelo que apuramos com os assessores de Base do Sintracon-SP, o Felestino não utilizava nenhum EPI e o Uilton estava com o mosquetão preso ao próprio cinto. Infelizmente uma fatalidade que poderia ter sido evitada com o uso dos equipamentos de segurança”, disse, sensibilizado, Ramalho da Construção.
     

     

    A demolição teve início em maio deste ano. Eram 21 andares e o trabalho havia chegado ao 15º. Os peritos da Polícia Científica, Lourenço Trapé Neto e Thiago Portes, estiveram no local e fizeram os levantamentos para analisar as causas do acidente.
  • SINTRACON-SP
  • Sindicato dos trabalhadores nas
  • Industrias da Construção Civil de São Paulo
  • Rua Conde de Sarzedas,286
  • CEP:01512-000
  • Centro-São Paulo-SP
  • Fone: 11 3388-4800
  • Fax: 11 3207-4921
  • contato@sintraconsp.org.br