A história do Sintracon-SP representada na forma de um sócio!!!

Mineiro de Piauí chegou aqui com 23 anos de idade em 1953. 8 anos depois filiou-se ao sindicato. “Na época o presidente da República era o João Goulart e ele dava muita força aos sindicatos por isso eu me filiei a entidade.”.
Quem observa o seu Francisco logo observa que ele sente um grande amor pela entidade afinal, são 54 anos como sócio, praticamente uma vida inteira voltada à luta pelos direitos dos trabalhadores da categoria. Motivo de orgulho não só para a entidade, mas também para ele mesmo.
“Não tenho palavras para agradecer a este sindicato, por tudo que fez por mim. É o melhor sindicato do mundo, considero a melhor categoria também, sempre fui muito bem atendido, e parece que sou mais bem tratado agora que estou aposentado.”, disse o ilustre sócio dando um belo sorriso.
Desde o começo de sua vida profissional, o companheiro foi trabalhador da área da construção civil. Ele ficou 42 anos trabalhando na mesma empresa, e por conta disso foi convidado pelo próprio dono da firma para ser conselheiro da equipe e ainda hoje é lembrado como ícone de respeito e fidelidade.
“De vez em quando eu recebo um telefonema do pessoal de lá, eles me convidam para churrascos e ali relembro meus tempos de peão nas obras.”, explanou Francisco.
Tamanha a sua influência no canteiro de obras, o sócio chegou até a dar ideias de como a empresa deveria trabalhar e tratar seu funcionário.
“Já resolvi vários “pepinos”, e em duas oportunidades eu tive a chance de ter minha voz ouvida e trazer uma solução para o caso. Tenho muitas saudades deste tempo.”, relembra o trabalhador.
Seu Francisco também foi atuante nas greves, desde os tempos de peão ele foi participativo e algumas greves marcaram sua história. “Participei de várias assembleias nos tempos de trabalhador, tanto em canteiros como também no meio da rua fazendo paralisações afinal estávamos lutando pelo nosso direito.”.
Seu Francisco conta que era bem divertida esta época, apesar de dizer que ficava triste com as situações de falta de pagamento, mas nunca desistiu, sempre correu atrás de ajudar a si mesmo e também seus companheiros.
O companheiro finalizou contando que ama todos os setores do Sintracon-SP, mas em especial o ambulatório médico.
“Sempre fui muito bem tratado ali, minha gratidão pelo sindicato vai muito além do que possamos pensar, devo minha vida a esta entidade.” Finalizou o companheiro.
CAM00468

siga-nos