Acidentes na construção civil diminuem 38%

De acordo com o Anuário Estatístico de Acidentes de Trabalho (AET), do INSS (Instituto Nacional de Seguro Social), o número de acidentes na construção civil diminuiu 38%. A pesquisa, divulgada no meio deste ano, aborda as ocorrências protocoladas em 2013, 2014 e 2015.
 
“Trabalhamos intensamente para diminuir ainda mais este número. Sempre comparecemos nas obras e conversamos com os operários, para que ninguém trabalhe sem proteção, claro. E, se percebemos que há empresas que não disponibilizam os EPIs (Equipamentos de Proteção Individual) e EPCs (Equipamentos de Proteção Coletiva), pararemos a obra até a contratante ceder os equipamentos”, salienta Ramalho da Construção, presidente do Sintracon-SP (Sindicato dos Trabalhadores nas Indústrias da Construção Civil).
 
Construção Civil
 
O setor apresentou uma queda de mais de oito mil casos registrados nos últimos anos. No Brasil, em 2013, foram registrados 21.631 casos, contra 15.486 em 2014, e 13.387 em 2015.
 
Visão Geral
 
Segundo a OIT (Organização Internacional do Trabalho), o Brasil ocupa o quarto lugar na classificação de países que mais têm ocorrências de mortes por acidentes no ambiente de trabalho. O País fica atrás, somente, da China (14.924), Estados Unidos (5.764) e Rússia (3.090).

siga-nos