fbpx

Acordo de paz: Sintracon-SP e Cooperativa Habitacional Vida Nova retomam diálogo após reunião nesta quarta-feira (06)

Imagem: Sintracon-SP

Publicado: 06/07/2022

Na manhã desta quarta-feira (06), a diretoria e o corpo jurídico do Sintracon-SP se reuniram com a Cooperativa Habitacional Vida Nova, com o objetivo de retomar o diálogo e procurar atender as reivindicações dos trabalhadores, que reclamaram de suas condições de trabalho em obra da empresa.

No encontro, as duas partes decidiram que o Sindicato realizará assembleia com os trabalhadores da obra, no dia 12 de julho, às 07 horas, para averiguar quais avanços são necessários no local para melhorar as condições de trabalho dos operários.

A reunião aconteceu após o estado de greve, promovido pelo Sintracon-SP na última semana, ter sido levado ao Tribunal Regional do Trabalho de São Paulo (TRT2), que, em ata, sugeriu que fosse promovida uma “Cláusula de Paz”, descrita a seguir:

“Esta Vice-Presidência Judicial, em conjunto com o Ministério Público do Trabalho, propõe à Empresa Suscitante e ao Suscitado uma “Cláusula de Paz” com o espírito de que as negociações sejam retomadas, em face do contido nesta ata e que o Sindicato suscitado possa viabilizar a paralisação do movimento grevista,permanecendo apenas em “estado de greve”, e, principalmente, assumir o compromisso de não mais realizar Assembleias de Trabalhadores na Portaria do Condomínio, uma vez que tal procedimento é suscetível de causar tumulto e tolher a liberdade de “ir e vir” dos moradores dos apartamentos entregues; e, por parte da Empresa suscitante, para assumir o compromisso de não impedir a entrada e a fiscalização da obra pelo Sindicato.”

O Sintracon-SP cumprimenta a Dra. Marilene Trappel de Lima, diretora-fundadora da Cooperativa Habitacional Vida Nova, bem como a advogada Dra. Cristiane, e segue à disposição dos trabalhadores que prestam serviços à empresa para mais esclarecimentos.

Compartilhe:

siga-nos