Ato por direitos dos trabalhadores

Cerca de 2 mil trabalhadores participaram de um ato organizado pela Central Força Sindical junto as demais centrais contra as MPs 664 e 665 que retiram direitos dos trabalhadores. O sindicato dos Trabalhadores nas Indústrias da Construção Civil de São Paulo (Sintracon-SP) participou do ato em busca dos direitos dos trabalhadores, o ato foi realizado em frente a Superintendência Regional do Trabalho na manhã desta segunda-feira, (02/03).

Luiz Antonio de Medeiros, superintendente Regional do Trabalho de São Paulo, recebeu representantes das centrais, que apresentaram suas reivindicações e garantiram que vão lutar pela manutenção dos direitos conquistados ao longo de anos de luta do movimento sindical.

Para o presidente do SintraconSP e também deputado estadual Ramalho da Construção, a presidente não cumpriu com sua palavra e a vaca tossiu, ela está tirando dinheiro do bolso dos trabalhadores brasileiros, sobretudo daqueles de mais baixa renda, não podemos aceitar esse tipo de golpe contra os direitos já adquiridos, “é lamentável ter de aceitar goela a baixo”, destacou.

As Centrais Sindicais permaneceram realizando uma série de manifestações pela revogação das MPs 664 e 665, que alteram as regras do seguro-desemprego, abono salarial, seguro-defeso, pensão por morte, auxílio-doença e auxílio-reclusão e nós do SintraconSP estaremos juntos, apoiando e brigando sempre pelo menos favorecido, o trabalhador brasileiro, finalizou Ramalho.

siga-nos