Cresce o nível de emprego na construção civil

É preciso ser positivo. Temos todos de pensar num País melhor, num Brasil que, passo a passo, dê sinais de estar saindo da crise e retomando o caminho do desenvolvimento, com mais produção, emprego e geração de riquezas.
A construção civil, por exemplo, criou vagas formais em julho deste ano, depois de 33 meses seguidos demitindo mais do que contratando.
O percentual de evolução foi pequeno, é verdade. Mas não deixa de ser uma excelente notícia para a economia.
Nós, da Construção, percebemos que já está havendo melhora. Tanto é que muitas construtoras estão contratando gente porque pretendem começar novas obras.
O ministro do Trabalho, Ronaldo Nogueira, tem a construção como segmento importante no contexto da economia. E ele está certo, pois cada posto novo obtido representa outras 2,2 contratações indiretas.
Vamos torcer e trabalhar para que a retomada da empregabilidade ganhe contornos de consistência, pois o Brasil e sua economia precisam dar sinais mais claros de que o terreno está sólido para investimento.
Ramalho da Construção

 

Sindicalista e deputado estadual pelo PSDB-SP

siga-nos