Em obra no município de Mairiporã foram encontradas inúmeras irregularidades

Na manhã do dia 24 de junho de 2015, o diretor Moisés foi juntamente com a equipe de base do Sintracon-SP até uma obra no município de Mairiporã, e ao chegar ao local se deparou com 18 trabalhadores sem estarem registrados, inúmeras irregularidades, e descumprimento total da convenção coletiva de trabalho. Trabalhadores que tem mais de um ano prestando serviço, sem qualquer tipo de segurança, correndo o risco de sofrer um acidente a qualquer momento, por falta de equipamentos corretos. Os trabalhadores recebem por diária, o valor de R$120,00 para os oficiais e R$70,00 para os que são ajudantes. Já está sendo realizado um relatório completo da situação com o nome e o contato de todos os trabalhadores, o qual será encaminhado para a DRT (Delegacia Regional do Trabalho). O proprietário da obra logo chegou para tentar esclarecer o ocorrido e teve uma pequena reunião de urgência com os seus trabalhadores.
O diretor Moisés e os companheiros da base se dirigiram até uma delegacia da polícia Civil em Mairiporã, para registar em um boletim de ocorrência constando todas as condições encontradas na obra e também para registrar a forma que foram tratados no local da obra.
1276179_930621213627697_8452027667404780559_o

siga-nos