Endividamento e inadimplência do consumidor aumentam

PUBLICADO EM 04/10/2019

 

Não poderia deixar de ser diferente. Diante do forte desemprego e dos salários achatados, a parcela de famílias endividadas e inadimplentes (com dívidas em atraso) aumentou, segundo dados da Pesquisa de Endividamento e Inadimplência do Consumidor (Peic).

 

O percentual de famílias com dívidas (não necessariamente em atraso) chegou a 64,8% em agosto, acima dos 64,1% de julho deste ano e dos 60,7% de agosto do ano passado. Já os inadimplentes chegaram a 24,3%, taxa superior aos 23,9% de julho e aos 23,8% de agosto do ano passado.

 

O Brasil de nossos dias não é um País, mas sim um arremedo, quase miragem. Mas, tudo bem. O capitalismo selvagem de Jair Bolsonaro está aí para consertar tudo isso. Você acredita? O futuro é de pires na mão. Resta saber quem vai pingar moedas nele…

 

Ramalho da Construção

Presidente do Sindicato dos Trabalhadores da Construção Civil de São Paulo

 

siga-nos