FIQUE ATENTO – Segurança é fundamental no local das obras

05-01-2017 – Assessoria de Imprensa
 
A segurança do operário é prioridade para o Sintracon-SP -Sindicato dos Trabalhadores nas Indústrias da Construção Civil de São Paulo. A conscientização e a informação são suas principais ferramentas de combate para diminuir e, porventura, evitar os casos de acidentes de trabalho nas obras.
 
Muito se fala da importância e da necessidade dos EPIs – Equipamentos de Proteção Individual. Mas há outro grupo, que zelam pela integridade do operário e muito pouco divulgado. São chamados os EPCs – Equipamentos de Proteção Coletiva, um dos fatores que podem influenciar diretamente em possíveis acidentes nas obras.
 
O presidente do Sintracon-SP, Antonio de Sousa Ramalho, o Ramalho da Construção sinaliza a importância da instalação e manutenção destes equipamentos para a proteção dos operários.
 
“A lista é grande destes equipamentos. São para o uso comum: cordas, tapumes, guarda corpos, telas, entre outros, que nem sempre estão com devida manutenção em dia e podem ser responsáveis, infelizmente, pelos acidentes nas obras e as vezes podem ter como resultado, vítimas fatais”, comenta o presidente do Sintracon-SP.
 
Ele destaca que o uso dos EPCs somam com os EPIs e fazem do canteiro de obras um local de segurança para todos. “É de suma importância que o operário da construção civil conheça as funcionalidades de ambos os equipamentos. Isto garante a sua segurança. É um dever do empregador fornece-los e um direito garantido para o trabalhador”, salientou o presidente Ramalho da Construção.
 
Normas técnicas
Como destacou o presidente Ramalho da Construção, a dinâmica no canteiro de obras deve conduzida pelos técnicos em segurança, que precisam estar sempre atentos se os EPCs estão dentro das normas técnicas, bem como a sua data de validade para a utilização dos operários nas obras.

siga-nos