Governo de São Paulo prepara novas rotas para o Litoral

Imagine que, para descer ao Litoral, você e sua família tenham ainda mais caminhos, ainda mais variáveis.
Seria muito bom, certo?
Pois isso não está longe da realidade.
A construtora que participou das obras do Rodoanel de São Paulo, informa a Folha de S. Paulo, está preparando um novo projeto de PPP (Parceria Público-Privada).
A justificativa, mais do que louvável, é a de desafogar os acessos, especialmente ao Litoral Sul do Estado.
Pelo que leio, a proposta envolve a construção de uma rodovia de 36 quilômetros, partindo do Rodoanel Leste, em Suzano, em direção ao Porto de Santos.
Desnecessário dizer da importância econômica da iniciativa.
A possibilidade de fácil escoamento de produtos via Porto ficaria bem mais rápida e eficaz.
Além disso, tiraria, da Anchieta e da Imigrantes, bom número de caminhões, facilitando e dando mais segurança ao trânsito.
Vale ressaltar que, com apoio das prefeituras do Litoral, o plano concorre com outros em discussão no governo paulista.
A Administração Geraldo Alckmin diz que mantém estudos técnicos para encontrar formas de melhoria no acesso ao Litoral.
Isso tudo demonstra que há planejamento do governo nesse e em outros vários projetos.
A ampliação da Rodovia Imigrantes foi feita em 2002.
E já naquela época a administração peessedebista tinha a expectativa de que a saturação das rotas da região voltaria a ser discutida pouco mais de uma década após.
A pequena defasagem de tempo tem explicação das mais plausíveis: a difícil situação econômica pela qual o País vem passando.
Creio que a PPP é fundamental. Por isso, parabenizo a todos os envolvidos na questão.

Ramalho da Construção
Sindicalista e deputado estadual pelo PSDB-SP

siga-nos