Governo de São Paulo quer revitalizar Centro da Capital

“Sempre lutamos pela efetivação de um processo de revitalização da região central da capital paulista. Isso, inclusive, aproxima os trabalhadores dos locais onde exercem suas funções, melhorando condições de transporte e de vida”.
A afirmação é do presidente do Sindicato dos Trabalhadores da Construção Civil de São Paulo, Antonio de Sousa Ramalho, o Ramalho da Construção, que faz questão de elogiar a iniciativa do governo paulista, de edificação de 1,2 mil apartamentos onde ficava a antiga estação rodoviária da cidade (região da Luz).
Projeto de Lei nesse sentido foi encaminhado à Assembleia Legislativa para votação em regime de urgência.
“A utilização do terreno já foi autorizada pelo governador Geraldo Alckmin (PSDB), que transferiu a posse da área da Secretaria de Estado da Cultura para a da Habitação. Após a aprovação no Legislativo, o secretário Rodrigo Garcia, da Habitação, acredita que as obras comecem em até seis meses e as primeiras unidades sejam entregues em dois anos”, comenta Ramalho da Construção.
“Pretendemos incentivar as pessoas a morarem no Centro, pois assim, vamos combater a degradação da área”, afirmou o governador Geraldo Alckmin.
As moradias serão prioritariamente para famílias de baixa renda e as inscrições estão abertas.
Vale ressaltar que o contrato prevê, no total, a construção de 3.683 moradias na região central.
“As primeiras unidades habitacionais já estão em obras em terreno localizado na rua São Caetano, onde haverá 126 moradias”, conclui Ramalho.

siga-nos