Governo libera o pagamento do abono do PIS

Começou ontem o pagamento do abono do PIS para o calendário 2015. Os primeiros a receberem os benefícios são os trabalhadores que fazem aniversário agora em julho. No mês que vem, a partir do dia 20, a Caixa Econômica Federal vai liberar o dinheiro para quem nasceu em agosto. Ao todo, 23 milhões de trabalhadores vão receber o abono do PIS.
O Condefat (Conselho Deliberativo do Fundo de Amparo ao Trabalhador), que aprovou o calendário, dividiu o crédito em dois grupos e cerca de 4,5 milhões de trabalhadores, que fazem aniversário entre janeiro e junho, só vão receber o abono no ano que vem, nos meses de janeiro, fevereiro e março.
De acordo com o governo, não havia recursos suficientes no Orçamento para pagar todos os trabalhadores este ano. O abono vai custar R$17 bilhões.
Os trabalhadores que terão direito ao benefício no ano que vem contará com a vantagem de receber pelo novo valor do salário-mínimo, de R$ 855.
A Defensoria Pública da União entrou com uma ação civil pública contra o Condefat por conta do calendário de pagamento do abono. Para a defensoria, pagar no ano seguinte viola o conceito de anuidade do benefício. Normalmente, o abono é pago até outubro do mesmo ano. A Defensoria Pública da União pediu que fosse feito um novo calendário com pagamento até 17 de dezembro.

Confira a tabela de pagamento
Mês de nascimento Início do pagamento
Julho                         Começou dia 22/07/2015
Agosto                      20/08/2015
Setembro                  17/09/2015
Outubro                    19/10/2015
Novembro                19/11/2015
Dezembro                 17/12/2015
Janeiro/Fevereiro    14/01/2016
Março/Abril             16/02/2016
Maio/Junho              17/03/2016

 

Regras para receber o abono do PIS:

• Estar cadastrado há pelo menos cinco anos;

• Ter recebido remuneração mensal média de até dois salários;

• Ter exercido atividade remunerada, durante pelo menos 30 dias, consecutivos ou não no ano-base;
• Ter seus dados informados pelo empregador corretamente na RAIS (Relação Anual de Informações Sociais).

 

Fonte: Jornal Agora-Página 9- Dia 23.07.2015

siga-nos