Greve geral dos trabalhadores da Construção de SP no próximo 23 de maio

São Paulo vai parar a partir da 0 hora do próximo dia 23 de maio.
Isso porque os trabalhadores da Construção Civil, representados pelo seu Sindicato, o Sintracon-SP, estão profundamente descontentes diante a falta de resultados das negociações da Convenção Coletiva de Trabalho, com data-base em 1º de maio.
“Apesar de envolvidos até o pescoço em diversos escândalos de corrupção, envolvendo propinas milionárias, os patrões do setor pagam um salário de fome a seus operários”, observa o líder da categoria, Antonio de Sousa Ramalho, o Ramalho da Construção.
Na área de atuação do Sintracon-SP existem mais de dez mil canteiros de obras, envolvendo cerca de 400 mil trabalhadores.
“Nosso Sindicato sempre se pautou pelo diálogo franco e aberto. Mas, após várias rodadas de negociações, os empresários da Construção Civil não ofereceram sequer a reposição da inflação. Isso é um absurdo que precisa ser devidamente exposto para a sociedade”, conclui Ramalho da Construção, presidente do Sintracon-SP.

Sintracon-SP
Assessoria de Imprensa
AJJ -MT -12.597
Fone -99907.3509
Contato com Ramalho -98258.0249
Contato com o Sindicato -3388.4800

Ana Paula Tavares (gerente de Base)-947544331

siga-nos