Para montar sua base de defesa, Dilma desmonta todo o País

Em seu estranho jeito cívico de governar, a petista Dilma Rousseff deixou os interesses do Brasil de lado e luta para salvar a sua pele diante de sucessivo caso de corrupção, que abalam fortemente a sua administração reprovada por perto de 70% do povo brasileiro.
No ano passado, o lucro das empresas com ações negociadas na bolsa, encolheu 29%, para 36,2 bilhões.
Já no primeiro quadrimestre de 2016, a queda foi ainda pior: 40%.
O jornal Valor Econômico destaca que o endividamento elevado é a herança maldita de 2015 para 242 empresas brasileiras de capital aberto.
A dívida financeira líquida cresceu 24% em relação a 2014, superando a cifra de do meio trilhão de reais.
Enquanto o Brasil desmorona, o governo Dilma abre mão do ajuste fiscal para conter a crise política.
Isso é de uma irresponsabilidade a toda prova.
Que a presidenta lute por seus direitos é algo salutar.
Que a presidenta ainda pense que comanda o País, também, pois sonhar é de direito.
Mas Dilma não pode fazer tudo isso desviando objetivos identificados com a governabilidade.
Por capricho, para saciar a gula pelo poder a qualquer custo, Rousseff e seus asseclas estão provocando um retrocesso sem precedentes para o Brasil.
É a cruel verdade, infelizmente.

Ramalho da Construção
Sindicalista e deputado estadual pelo PSDB-SP

 

siga-nos