Posto da Glicério aposenta mais

A Agência do Glicério, na região central de São Paulo, foi a que mais concedeu, proporcionalmente, aposentadorias em 2015. Dos 7.058 pedidos, 3.411 foram autorizados, o que representa 48,3% do total. Os dados foram obtidos pelo DIARIO por meio da Lei de Acesso à Informação. Em segundo lugar aparece a agência da Água Rasa, na Zona Leste, com 46,4%. Dos 3.519 pedidos feitos pelos segurados, 1.632 acabaram atendidos naquele posto. A que menos concedeu aposentadorias foi a agência de Cidade Dutra, na Zona Sul, atendendo apenas 29,3% das solicitações.
Já o posto que mais recebeu pedidos de aposentadoria foi o da Vila Mariana, na Zona Sul, com 13.421 requerimentos. Em seguida, aparecem as agências do Centro, com 9.888 pedidos, e a de Pinheiros, na Zona Oeste, com 8.827 solicitações.
Para não perder tempo, o advogado Theodoro Vicente Agostinho aconselha segurados a , antes de pedir a aposentadoria, conferir se todos os períodos de trabalho estão no Cnis (Cadastro Nacional de Informações Sociais), usado para calcular o benefício.
Após o protocolo ser feito, a Previdência Social deverá entregar ao segurado uma carta de exigência com o que é necessário apresentar em um prazo de 30 dias-após esse período, o benefício é negado.
Para Agostinho, a vantagem de ter o pedido formalizado, mesmo se o segurado ainda não tiver toda a papelada em mãos, é que ele receberá os valores retroativos à data do pedido.
Já no caso dos auxílios, a agência do Tucuruvi, na Zona Norte, foi a que mais fez concessões no ano passado, com 66,7% dos pedidos. Já a agência de Ermelino Matarazzo (Zona Leste liberou 1.035 auxílios dos 1.692 pedidos feitos (61,2%).
No caso das pensões, a campeã em concessões foi a agência da Água Rasa, na Zona Leste, com autorização de 76% das solicitações.

Fonte: Jornal Diário de São Paulo 29.03.2016

siga-nos