Posto de saúde do idoso está pronto, mas não é entregue

Moradores da Vila Mariana (zona sul) reclamam do atraso na entrega do CRI (Centro de Referência do Idoso) no bairro.
A unidade, localizada na rua Domingos de Morais, 1.947, funcionava como centro de saúde do Estado.
Foi fechada em 2014 para reforma e deveria ter sido reaberta em dezembro.
Porém, após dois anos de obras, continua fechada.
Do lado de fora, é possível ver que a obra já foi concluída.
O prédio de três andares tem pintura e vidros novos e vários aparelhos de ar-condicionado.
Na entrada lateral pela rua Monsenhor Manoel Vicente ainda há tapumes.
A placa com informações da obra foi retirada do local.
Dona de uma banca de jornal em frente ao CRI, a comerciante Mônica Okita, 36 anos, disse que todos os dias orienta pessoas que vão até a unidade.
A procura é tanta que ela fez cópia do endereço de outros postos de saúde e distribui os papéis aos pacientes.
“As pessoas procuram informações na internet e acham que está aberto. Mas, quando chegam aqui, descobrem que ainda não abriu”, afirmou.
A aposentada Eunice Fonseca, 80 anos, disse que é “muito triste” um prédio “tão bonito” estar fechado. “Sempre venho aqui para tomar vacinas. Agora tenho que ir em outro posto”, disse. A aposentada Ivanilde de Oliveira, 80 anos, também lamenta. “Não consigo entender o por quê de o prédio estar fechado.”
Resposta
A Secretaria de Estado da Saúde, responsável pelo Centro de Referência do Idoso da Vila Mariana, disse por meio de nota que está em andamento a contratação da organização social que vai administrar a unidade, assim como a compra dos equipamentos que serão usados no local.
A secretaria não informou quais são esses aparelhos.
A secretaria não deu prazo exato para a inauguração da unidade, mas disse que a previsão é a de que esse processo seja concluído ainda neste semestre.

Fonte: Jornal Agora, 13.02.2016

siga-nos