Presidente do Sintracon-SP participa de premiação em São Paulo

O Presidente do Sindicato dos Trabalhadores nas Indústrias da Construção Civil de São Paulo, Ramalho da Construção, esteve presente no 4° Prêmio Investe São Paulo, evento que homenageou os empresários que acreditaram e investiram no Estado de São Paulo como palco de inovação e sucesso de seus negócios.
26 empresas que investiram por meio da assessoria da Investe SP (Agência Paulista de Promoção de Investimentos e Competitividade), ligada à Secretaria de Estado de Desenvolvimento Econômico, Ciência, Tecnologia e Inovação, e cujos projetos entraram em operação em 2015 foram homenageadas.
“Ao todo atraímos em 2015 empresas que investiram R$ 9 bilhões e 170 milhões, 260% a mais que em 2014. O resultado foi a criação de 9.168 empregos diretos, 228% a mais que em 2014”, disse o Presidente da Investe SP Juan Queirós antes do início da premiação.
O vice-governador e secretário de Desenvolvimento Econômico, Ciência, Tecnologia e Inovação do Estado de São Paulo Márcio França também subiu ao palco e comentou sobre a importância do evento ressaltando e elogiando a iniciativa das empresas em investirem mesmo em tempos de crise.
“Podemos observar um movimento contraditório, em tempos de recessão econômica como é possível gerar empregos? É através do investimento, de acreditar que uma ideia pode dar certo, mais importante ainda é saber que esses investimentos são de extrema importância para o desenvolvimento de nosso país gerando novos empregos”, disse o vice-governador.
A premiação também contou com a ilustre presença do Governador de São Paulo Geraldo Alckmin que não deixou de valorizar a atitude das empresas em trabalharem e acreditarem nas oportunidades de crescer em tempos mais difíceis.
“Esse é um prêmio que é chamado de orgulho justo, é para quem empreende, para quem gera emprego, para quem sua a camisa, enfrenta adversidades, acredita no Brasil, traz confiança e esperança, tudo o que nós precisamos”, disse o governador.
“O Estado de São Paulo tem mercado, 43 milhões de pessoas, um grande PIB [Produto Interno Bruto], que é 60% maior do que o da Argentina, recursos humanos extremamente bem preparados, temos os menores impostos do Brasil, segurança jurídica, que é a marca do estado”, complementou Geraldo Alckmin.

As empresas contempladas foram: AKG do Brasil, Atento, BYD do Brasil, DAS Brasil, Dow, Exco Soluções em Ferramental, Globo Brasil, Goodyear Brasil, Hyundai Motor Brasil, IBM Brasil, LiuGong Latin America, Mars Brasil (três unidades), Medtronic, Mexichem, Nacco Materials Handling Group, Natura Cosméticos, P&G, Python Engenharia, SKF, Termomecanica, Unilever do Brasil, Weidmann, Woodbridge Brasil e ZinkPower São Paulo.

Ramalho 1

siga-nos