Previdência perdeu 1,1 milhão de contribuintes em 2017

Se alguém avisou, fomos nós. Com a terceirização desenfreada e a reforma trabalhista, o aumento da informalidade aconteceria. E, na informalidade, ou com as novas regras que definem a relação entre capital e trabalho, a esmagadora maioria das pessoas deixariam de contribuir com a Previdência, que o governo neoliberal de Temer tanto quer salvar.
 
Pois bem, não deu outra. Segundo dados do IBGE, a Previdência perdeu 1,1 milhão de contribuintes em 2017. Brasília, portanto, a bordo de uma nau dirigida por burocrata de plantão, deu um tiro no pé. Ou, se assim não considera, quer mesmo é acabar com a Previdência, o que não duvido.
 
Ora, nas reformas propaladas, jamais passou pela cabeça do governo Temer cobrar com rigor os grandes devedores do órgão. Qual o motivo? Respondo: a filosofia do neoliberalismo é a de defender o capital a qualquer custo, ferrando quem efetivamente trabalha e constrói o País.
 
Se estamos à beira do abismo, que demos um passo adiante. Assim pensa Brasília…
 
 
Ramalho da Construção

 

Sindicalista e deputado estadual pelo PSDB-SP

siga-nos