Reajuste da aposentadoria é definido em 11,28%

Os aposentados e pensionistas do INSS que ganham mais de um salário-mínimo terão reajuste de 11,28% este ano. O INPC (índice Nacional de Preços ao Consumidor), utilizado para definir o aumento, foi divulgado ontem pelo IBGE.
Para ajudar o segurado a se planejar, o Sintracon-SP mostra os novos valores das aposentadorias. Os cálculos foram feitos pelo jornal Diário de S. Paulo, com a colaboração de Newton Conde Consultoria Atuarial, e já consideram o desconto do Imposto de Renda.
Para os segurados com 65 anos ou mais, a taxa de isenção do IR é maior. A Receita Federal ainda não divulgou a tabela do Imposto de Renda reajustada. Quando isso ocorrer, os valores dos benefícios poderão mudar.
Com a inflação em 11,28% o teto do INSS, que é o valor máximo pago pelo instituto, deverá passar dos atuais R$ 4.663,75 para R$ 5.189,82.
Conforme Conde, a Previdência poderá adotar índice não arredondado, o que pode acarretar em uma pequena diferença de valor.
No ano passado, o reajuste dos aposentados foi de 6,23%. O aumento maior deste ano está relacionado à alta da inflação.
Os reajustes começarão a ser pagos em 1° de fevereiro, de acordo com o final do cartão de benefício do segurado. O calendário seguirá até o dia 5. Para os aposentados e pensionistas que recebem um salário-mínimo, que hoje está em R$ 880, o pagamento começa antes, no dia 25 de janeiro, e vai até o dia 5.
A partir do dia 18, os extratos com novos valores começarão a ser disponibilizados. O demonstrativo de pagamento é liberado gradativamente. A partir do dia 25/01, todos já poderão visualizar o documento.
Os segurados que se aposentaram em 2015 terão um reajuste proporcional ao mês em que pediram o benefício.

Veja os valores:

tabela1

tabela2

siga-nos