Reforma Trabalhista é reprovada por Comissão do Senado

A Comissão de Assuntos Sociais (CAS), do Senado Federal, rejeitou na terça-feira, 20, o texto da reforma trabalhista, produzido pelo senador Ricardo Ferraço (PSDB-ES), por 10 votos contra. Apenas nove integrantes votaram a favor do relatório.
 
Para o presidente do Sintracon-SP (Sindicato dos Trabalhadores nas Indústrias da Construção Civil de São Paulo), Ramalho da Construção, a reprovação da CAS é motivo de comemoração para todos que lutam pela consolidação dos direitos trabalhistas.
 
“Estamos resistindo com tudo que temos. Queremos que os nossos direitos sejam mantidos, sem nenhum tipo de alteração equivocada. O primeiro passo para a vitória já foi dado, agora vamos fortalecer ainda mais a oposição e firmar a luta pelos nossos direitos”, afirma Ramalho.
 
Andamento
 
Mesmo com a derrota parcial da proposta elaborada pelo presidente da República, Michel Temer, a reforma trabalhista ainda será encaminhada à Comissão de Constituição e Justiça (CCJ), para também ser votada, e depois será enviada ao Plenário do Senado Federal (com todos os senadores da Casa votando).

 

 

siga-nos