SÃO SILVESTRE – A emoção de fazer parte da maratona mais famosa do Brasil

20-12-2016 – Assessoria de Comunicação
 
Quem vê o secretário geral do Sintracon-SP – Sindicato dos Trabalhadores nas Indústrias da Construção Civil do Estado de São Paulo, Antonio de Freitas Pereira, o Toninho, não faz ideia de como é a “correria” da sua vida. Calma! Hoje não estamos falando das suas atribuições como integrante da diretoria e sim por uma paixão que cultiva há dois anos: ser um maratonista.
 
Ele é um dos milhares de atletas que estarão participando de um dos maiores eventos esportivos de rua da América Latina. A famosa Corrida de São Silvestre, que neste ano alcança a sua 92º edição, prova que acontece no último dia do ano, 31 de dezembro.
 
A paixão por correr
Toninho é um verdadeiro amante das corridas de rua. Além de participar delas pelo gosto, preocupa-se, também, com sua saúde.  “Corro há dois anos. Logo depois que comecei, não parei mais. Essas maratonas são muito importantes para mim, pois, de certa forma, me ajudam a cuidar da saúde e me fazem feliz”, conta.
 
Toninho participará da maior maratona da América Latina. “Estou ansiosíssimo para correr na São Silvestre pela primeira vez. Levarei meu filho e espero que consigamos fazer uma ótima prova”, comenta.
 
E para terminar, Toninho deixa um recado aos companheiros que pretendem começar a participar das maratonas: “Para correr tem que ter foco, coragem, vontade e determinação”, conclui.
 
Incentivos
O presidente do Sintracon-SP, Antonio de Sousa Ramalho, o Ramalho da Construção tem a mesma opinião que Toninho. Ele também é um incentivador do atletismo e acredita que a atividade física é fundamental para a saúde.
 
“Os benefícios que a atividade física proporciona não é novidade. O que é necessário é reservar este momento que tão bem faz para o corpo e para a mente. Apesar de ter uma agenda atribulada pelas atividades do Sindicato e da Assembleia, sempre reservo alguns momentos para me exercitar”, disse o presidente.
 
Trajeto 
A 92° edição contará com mudanças em seu trecho. Segundo o comitê organizador, o percurso estará dinâmico, com ruas e avenidas mais amplas e seguras. Ruas como Margarida e Olga, foram substituídas, pois não suportavam a quantidade de corredores. Os atletas passarão agora por trechos do Centro Histórico de São Paulo, como a Xavier Toledo, Sete de Abril e Bráulio Gomes. 
 
Os 30 mil participantes começam a prova na Avenida Paulista, na altura da Alameda Ministro Rocha Azevedo, e encerram o percurso na porta da Fundação Casper Líbero.
 
Retirada do Kit
As inscrições para a corrida foram encerradas. Para os participantes, a retirada do kit e do chip acontece no Ginásio Estadual Geraldo José de Almeida -Rua Manoel da Nóbrega, 1361, em São Paulo, nos dias 27, 28 e 29 de dezembro, das 9 às 19 horas, e no dia 30 de dezembro, das 9 às 16 horas.
 
Programação
A programação no dia da prova começa com a categoria dos cadeirantes, às 7h45. Em seguida, às 8h40, será a vez da elite feminina. Depois das 9 horas, os corredores com deficiência tomarão posse do evento, antecedendo a prova do pelotão masculino e do pelotão geral.
 
Legenda: Toninho corre na Meia Maratona Internacional de Florianópolis, em 2016. 

siga-nos