Sintracon-SP promove o “Novembro Azul com palestra voltada ao câncer de próstata

O Sintracon-SP no dia 30 de novembro promoveu o “Novembro Azul”, de alerta e conscientização e alerta aos homens em relação aos seus direitos e cuidados com a saúde. Foram feitos, durante o evento, vários alertas sobre a necessidade de se cuidar e sobre a importância de deixar os preconceitos de lado e buscar uma qualidade de vida maior.
Estavam ali presentes no auditório 360 pessoas que puderam conhecer mais sobre o câncer de próstata e ainda por cima esclarecer dúvidas sobre a doença que mais mata entre os homens.
Em um primeiro momento, o Diretor Ramalho Júnior, enalteceu a iniciativa do Sindicato e realizar a palestra e também aconselhou os companheiros a se cuidarem, principalmente por trabalharem em um local onde geralmente os riscos são grandes para a saúde.
“Estamos vivendo um momento histórico hoje, o Sintracon-SP mais uma vez afirma este pacto de preocupação e união com seus trabalhadores ao realizar este evento, a partir de hoje os companheiros poderão ter uma noção de como se prevenir contra este problema tão comum entre nós homens’, disse o Diretor.
Logo depois, o Diretor Chicão apresentou aos trabalhadores ali presentes uma série de novas parcerias que o Sindicato está fazendo (agências de viagem e faculdades, por exemplo) visando melhorar e facilitar ainda mais a vida dos companheiros.
O Presidente do Sintracon-SP, Ramalho da Construção, abriu as atividades da palestra e falou sobre sua caminhada na luta contra o câncer e também sobre sua recuperação de uma cirurgia que fez recentemente.
Ele também não deixou de dizer sobre a crise política e econômica vivida pelo Brasil recentemente, e mais uma vez chamou os trabalhadores a se tornarem sócios.
“Temos vivido uma das piores crises da história. Temos acompanhado as notícias e já vemos que grandes construtoras têm demitido 90% de seus administrativos, a estimativa é de que 650 mil trabalhadores do setor da construção civil fiquem sem emprego, por isso temos que trabalhar juntos. Mas não tenho dúvidas de que essa crise irá passar”, declarou Ramalho.
Devido a esta dificuldade apresentada, ao final de sua fala o Presidente também fez referência a preocupação do Sindicato em relação a quem fica desempregado e no ano que vem irá agir para combater os problemas causados pelo pós-demissão.
“Sabemos que lidar com um processo de desligamento de uma empresa não é fácil, por este motivo, no ano que vem pretendemos criar um núcleo de assistência a esses trabalhadores, eles farão um acompanhamento com psicólogos a fim de superarem e se reerguerem para voltar ao mercado”, explicou o Presidente.
A seguir, a palestra foi iniciada e ministrada pelo Doutor em Ciências Nefrológicas e Enfermeiro João Batista Freitas que mostrou dois vídeos explicativos sobre o câncer de próstata e como é feito o exame de toque retal. Após os vídeos foi aberto um espaço para que os trabalhadores esclarecessem suas dúvidas e retirassem seus medos e preconceitos principalmente em relação ao exame.
“O exame de toque retal não deve ser olhado de maneira preconceituosa por nós homens. Primeiro por ser um procedimento necessário e segundo por ser bem rápido. Os homens ao chegar à faixa dos 45 anos devem fazer este exame pois este câncer, apesar de se desenvolver de maneira lenta, geralmente só é descoberto em um estágio avançado”, disse João.
O Doutor também ressaltou a importância de comparecer ao médico, alertando que um paciente também pode contrair a doença se houver casos anteriores na família.
Ao final, o Enfermeiro e integrante da Associação Nacional dos Técnicos em Enfermagem (ANATEM) Jeferson Caproni, reforçou o alerta sobre os cuidados que o homem deve ter com sua saúde visando uma qualidade de vida melhor.
Ainda foram sorteados 6 relógios masculinos e 8 hospedagens no Clube de Campo. Mais de 80 companheiros ainda tiveram a oportunidade de fazer um exame de sangue gratuito logo ao sair do auditório e também receberam inúmeros brindes.

final materia

 

siga-nos