Sintracon-SP realiza cerca de 170 sócios em uma semana

2019 começou e o Sintracon-SP iniciou o primeiro mês do ano com muito trabalho. A diretoria e o departamento de base do sindicato realizaram, na primeira semana depois do recesso coletivo, cerca de 170 sócios e visitaram mais de 30 obras diferentes. O objetivo da intensa dedicação foi verificar as condições de trabalho nos canteiros neste início de ano e fortalecer a aliança entre a classe operária e a entidade.

Para o presidente do Sintracon-SP, Ramalho da Construção, há muita tarefa para o sindicato no começo dos anos devido a falta de pagamento do 13° salário dos operários.  

“Diversas empresas deixam de pagar corretamente o 13° salário e alguns benefícios no começo do ano. Sabemos que em janeiro, geralmente, há muita conta para pagar. E, consequentemente, as empresas não priorizam o pagamento de seus funcionários. O sindicato, por sua vez, tem a função de tomar a linha de frente e fazer com que a empresa pague corretamente o trabalhador. Aqui ninguém trabalha de graça, ninguém é escravo”, destaca o presidente.

De acordo com João Rodrigues, diretor de base do sindicato, até houve resistência por parte de algumas empresas, mas sem êxito: “Certas construtoras tentaram proibir nossa entrada no canteiro de obra, mas batemos o pé e entramos. Não damos mole para empresas que tratam o trabalhador da construção civil com descaso. E, acredite, depois que entramos, alguns representantes das empresas até ofereceram café para nós.

Junte-se a família do Sintracon-SP, sindicalize-se! Juntos somos ainda mais fortes!

siga-nos