Sintracon-SP vai às ruas contra as reformas

Mais uma luta dos operários da construção civil entra para a história do sindicalismo brasileiro. Nesta sexta-feira, 10, o Sintracon-SP (Sindicato dos Trabalhadores nas Indústrias da Construção Civil de São Paulo) organizou, ao lado de outras entidades e Centrais Sindicais, uma manifestação que ocupou a as ruas da região central de São Paulo.
 
Desta vez, o protesto teve como objetivo reivindicar o fortalecimento da classe trabalhadora e lutar contra as reformas que a prejudicam. O foco, no entanto, foi o bloqueio da reforma previdenciária e a mudança de alguns pontos da reforma trabalhista.
 
Para o presidente do Sintracon-SP, Ramalho da Construção, a união da classe operária e de todos os trabalhadores da construção civil é fundamental para o atual momento do País.
 
“Hoje não teve nada de novo, a nossa categoria sempre esteve na linha de frente para lutar pelos direitos dos trabalhadores. Felizmente, muita gente nos acompanhou e, assim, conseguimos fazer uma grande manifestação”, comentou Ramalho.
 
Itinerário  
 
A manifestação começou às 09 horas na sede do Sintracon-SP, localizada na Rua Conde de Sarzedas, 286 -Centro, e seguiu até a Praça da Sé. De lá, os trabalhadores caminharam até a Avenida Paulista (local de encerramento).

 

 

siga-nos