STF reconhece a inocência de Paulinho da Força

 
A afirmação é do presidente da Força Sindical e deputado federal, Paulo Pereira da Silva. Foi feita assim que o Supremo Tribunal Federal determinou o arquivamento do inquérito 2905, contendo várias denúncias infundadas contra o sindicalista e parlamentar.
 

Estive lado a lado com Paulinho nessa luta por justiça. Por ser uma das maiores lideranças de trabalhadores, ele foi combatido pelo sistema que, com isso, quis enfraquecê-lo.

Cumprida a instrução do inquérito, não se verificou nenhuma ilegalidade na conduta do deputado. Dessa maneira, visto que não há como se imputar, na esfera penal, responsabilidade a Paulo Pereira da Silva por eventuais irregularidades ou desvios decorrentes da aquisição do imóvel, o ministro Relator, Luiz Fux, acatou o parecer ministerial, determinando o arquivamento do processo.

“Fiquei muito feliz com o resultado, que repõe a verdade”, disse Paulinho, a quem parabenizo pela tenacidade.

 
Ramalho da Construção

 

Sindicalista e deputado estadual pelo PSDB-SP

siga-nos