Tecnologia a favor do trabalhador da construção civil de São Paulo

Há tempos a tecnologia é usada no mundo todo como uma ferramenta avançada para colher e fornecer dados.

Os trabalhadores da Construção Civil de São Paulo, não poderiam ficar fora desses novos tempos.

Pensando assim, a Diretoria do Sintracon-SP, determinou ao nosso diretor Executivo Ramalho Junior, responsável pelo gerenciamento da Assessoria de Base, que desenvolvesse, junto com o Departamento Técnico (TI -Tecnologia da Informação), um programa onde fossem armazenadas todas as informações das obras em execução.

O sistema

Denominado “Sistema Base”, ele possibilita que cada obra seja cadastrada junto ao nosso Centro de Processamento de Dados que norteiam as ações de nossas bases de representação. Nele, nós teremos as seguintes informações em tempo real:
. Dados da empesa majoritária, como CNPJ, endereço, contato;
Dados do empreendimento;
Dados dos empreiteiros e dos subcontratados, bem como do efetivo de cada canteiro de obras;
Informações vinculadas com a segurança e a área de vivência dos canteiros;
. Relatórios, pautas, e imagens das obras anexadas.
As reclamações
As equipes de base, tanto internas quanto externas, estão sendo treinadas com o que há de mais avançado no mercado.
Todas as equipes estão equipadas com tablets interligados pela Internet junto ao nosso servidor.
Nesse servidor, as reclamações realizadas via telefone ou pessoalmente, são enviadas em tempo real para as equipes de cada região, possibilitando agilidade na solução dos problemas demandados pelos maus empresários.
Assim, o trabalhador conseguirá ser atendido prontamente.

tablet_05
Veja mais detalhes nessa entrevista com o diretor Ramalho Junior:
Quando começou o estudo do programa?

R. A criação do sistema foi cogitada há dois anos. Naquela época, o Departamento de Base era administrado pelo nosso saudoso Elton Luis Clemente, o Tuli, que já havia conversado com o nosso Departamento Técnico e dado algumas sugestões na elaboração do sistema, conforme o dia a dia dos assessores de base.

Qual o principal objetivo do programa?
R. O programa foi desenvolvido, prioritariamente, para que nenhuma informação sobre nossas obras fosse perdida.
Com ele, conseguiremos ter números exatos de canteiros de obras e onde eles estão localizados.
Outra informação importante é saber o número real de trabalhadores em cada obra, visualizando, assim, um mapa real de cada região de nossa cidade.
Pelo programa, saberemos quando a empresa “A” está devendo pagamento de salários de seus trabalhadores, e, também, ter ciência se essa empresa “A” está com o mesmo problema em outras obras. Com tal registro, teremos como resolver problemas de maneira muito mais rápida.
O sistema ainda alimentará todas as informações dentro de seu dossiê (greves, paralisações, descumprimento de convenção coletiva ou legislativa, falta de segurança nos canteiros e acidentes, entre outras informações).

Qual a principal vantagem do nosso trabalhador associado?

R. Agilidade no atendimento das denúncias e informações sobre greves e paralisações em tempo real. Empreiteiras desonestas terão maior dificuldade de atuação, pois todos os detalhes sobre o canteiro em que o trabalhador executa as suas funções será armazenado. O cerco contra os “GATOS” será mais rígido.

siga-nos