Trabalhadores têm até sexta-feira para sacar o saldo do PIS

O Trabalhador com carteira assinada tem até sexta-feira, 30 de junho, para receber o benefício do PIS (Programa de Integração Social) de 2015. O valor pode chegar até R$ 937,00, dependendo do tempo em que o empregado exerceu suas atividades com o devido registro na carteira.

 

Para o presidente do Sintracon-SP (Sindicato dos Trabalhadores nas Indústrias da Construção Civil de São Paulo), Ramalho da Construção, os operários devem aproveitar a chance de receber um dinheiro extra para quitar suas dívidas.

 

“Por conta da crise, muitos operários da construção civil têm diversas dívidas em seus nomes. Com o saque do PIS, que pode chegar até um salário-mínimo integral (R$ 937,00), uma boa parcela das contas pode ser quitada”, afirma o presidente.

 

Para ter direito ao abono salarial, o beneficiário precisa ter cadastro no PIS e no PASEP (Programa de Formação do Patrimônio do Servidor Público) por pelo menos cinco anos. Além disso, precisa ter ganhado, mensalmente, até dois salários-mínimos mensais em 2015 e, também, ter exercido atividades com carteira assinada por ao menos 30 dias no mesmo ano.

 

Valor

 

Se o beneficiado trabalhou durante os 12 meses do ano, ele recebe o valor integral do salário-mínimo. No entanto, se trabalhou por apenas um mês, recebe R$ 78,00, pois o ganho é equivalente a 1/12, e assim por diante.

 

Consulta

 

Para saber se tem direito ao abono, o solicitante deve acessar o site da Caixa Econômica Federal (www.caixa.gov.br) e digitar o número do Cartão do Cidadão e a senha. Quem não tem o cartão, basta consultar pelo 158, informando o número do PIS.

 

Como sacar

 

 

O beneficiário que possui o Cartão do Cidadão pode pegar o dinheiro nos caixas eletrônicos da Caixa e nas casas lotéricas. Para quem não possui, é necessário comparecer em uma agência da Caixa com o número do PIS e um documento de identificação com foto. 

siga-nos