Utilidade Pública – Cuidado com sites de encontros!

“Estupradores usam aplicativos de namoro para atacar mulheres”. Esse é o título da reportagem de Ricardo Chapola, publicada na Folha de S.  Paulo, que tanto me indignou. Conta histórias de pessoas ludibriadas em encontros marcados pela internet. No virtual, tudo parece bem, mas no real, os perigos são brutais.
Não vou citar o nome de determinados aplicativos para a eles não dar publicidade. Mas posso antecipar que quem os utiliza dá sopa para o azar.
As pessoas têm de saber que, nesta vida, tudo é permitido, mas nem tudo lhes convém. É certo. A era da informática foi um dos maiores avanços da história da humanidade. Todavia, com suas infinitas estradas e possibilidades, ela expõe os menos prudentes a situações de risco.
A solidão da gente dos nossos dias cria mais caminhos do que o GPS. E a ocasião, no caso, abre espaço para ladrões de vida, alma, paz e virtudes.
É preciso cuidado redobrado. Pois a internet não carrega apenas vírus técnicos, implantados por hackers. Insere, no seio das famílias, discórdia e amargura.
A reportagem traz algumas dicas para se evitar constrangimentos. E as deixo aqui até como uma prestação de utilidade pública:
. Procure pessoas em sites confiáveis;
. Evite sair com quem não posta fotos;
. Verifique se existem amigos em comum entre vocês;
. Marque encontro em lugares públicos;
. Fale para amigos e familiares aonde está indo.
Em caso de qualquer tipo de agressão, denuncie à polícia!
 
Ramalho da Construção

 

Sindicalista e deputado estadual pelo PSDB-SP

siga-nos