Venda de materiais de construção aumenta 6%

De acordo com a ABRAMAT (Associação Brasileira da Indústria de Materiais de Construção), a venda de materiais de construção no varejo aumentou 6%, de janeiro a maio deste ano.  Em comparação com maio de 2016, o crescimento foi de 9%.
 
Para o presidente do Sintracon-SP (Sindicato dos Trabalhadores nas Indústrias da Construção Civil de São Paulo), Ramalho da Construção, a alta se deve a liberação do saldo do FGTS das contas inativas.
 
“A população aproveitou o dinheiro do FGTS, liberado pelo Governo Federal, para reformar seus lares, o que alavancou o número de vendas no setor. Já o faturamento da indústria da construção, caiu quase 9% nos últimos 12 meses, isso devido a falta de crédito e a crise política que aterroriza o nosso País. Mas de qualquer forma, o Sintracon-SP, através das negociações, continua na luta para mudar o cenário negativo da construção civil”, conta Ramalho.
 
Perspectiva
 
Nem tudo parece estar perdido para o presidente do sindicato. Segundo ele, a liberação do FGTS pode ajudar a reerguer o setor da construção. “Com o saque dos fundos e o aumento da venda dos materiais de construção no varejo, o setor da construção civil pode ser beneficiado, sim. Essas medidas giram a economia e o dinheiro pode ser injetado no nosso setor. Esperamos que o aumento das vendas dos materiais reflita na indústria da construção nos próximos meses”, conclui Ramalho.

 

 

siga-nos